Blog de Receitas

Post em Destaque

Receitas da Helena - Lokum, Rahat, Manjar Turco, Delícia Turca

Da Série O que Eles Comiam – Ressurection O Grande Guerreiro Otomano - Ertugrul Dirillis (Netflix)

Esta receita também ficou famosa no filme das Crônicas de Nárnia, quando a Feiticeira Branca tenta subornar Edmundo com uma tigela do doce predileto dele.

Na Istambul (antiga Constantinopla) de 1530, o Sultão descendente de Osman, Suleiman O Magnífico, mandava distribuir Delícias Turcas para o povo, em nascimentos e casamentos, também no fim do Ramadã, o mês sagrado do Perdão onde é praticado o jejum. Nas cidades islâmicas grandes celebrações são realizadas para a festa de Eid al Fitr, o banquete que marca o fim do jejum, quando a lua nova é avistada. No primeiro dia deste novo mês, ocorrem feriados de 3 dias consecutivos. As famílias se reúnem, banquetes são servidos, presentes são trocados, roupas novas são vestidas e os agradecimentos a Allah são efetuados, congregando amigos e vizinhos. Neste dia, o sultão mandava assar cordeiros para distribuir aos pobres (este costume ainda existe entre os mais abastados) para celebrar a perseverança, obediência e fé, quando Deus pediu a Abraão que imolasse seu filho Isaque aos pés do Monte Moriá (o mesmo onde Jesus foi crucificado, e onde Salomão construiu o Templo). Prestes a sacrificar o filho, Deus disse “toma um cordeiro e dê sua carne àquele que necessita, significando meu perdão à tua descendência, que será multiplicada como as estrelas no céu”. Por sua facilidade em ser servido, o Lokum passou a ser o doce mais festejado. Feito antigamente com agar-agar, uma gelatina de alga marinha vendida nos mercados árabes (os funcionários dos palácios negociavam como se fosse ouro em pó). Também eram usados como espessantes as resinas de cascas de árvores, de frutas e plantas como a babosa, gelatina de ossos e cartilagens, de plantas medicinais, flores e uma resina vegetal chamada misk. O Lokum é uma goma macia, com consistência gelatinosa e coberto com açúcar de confeiteiro para não endurecer rápido. Água de rosas e misk são encontrados em Mercados de produtos árabes. Na corte da Sultana Hurrein eram usadas pétalas de rosas do seu jardim, que os cozinheiros ferviam junto com o suco. As gomas eram servidas para a sultana com pétalas de rosas salpicadas na bandeja.

INGREDIENTES

5 colheres (sopa) de maisena (ou uma pedrinha de misk, opcional)

1 xícara de suco de laranja

1 xícara de suco de laranja para hidratar a gelatina e depois misturar a maizena

2 xícaras de açúcar comum

1 sachê de gelatina incolor

1 colher de chá de água de rosas.

Açúcar de confeiteiro (para polvilhar) e pétalas de rosa comum.

MODO DE FAZER

Misture o suco de laranja e o açúcar, e leve para ferver. Hidrate a gelatina com 1 concha deste suco de laranja quente e reserve.

Misture a maisena com o suco frio e junte ao suco fervendo.

Deixe ferver em fogo baixo por 5 minutos com a panela tampada, mexendo às vezes até ficar transparente.

Tire do fogo e adicione a gelatina hidratada, 1 colher de água de rosas e misture bem.

Coloque a mistura em um refratário e leve para a geladeira.

Quando esfriar e pegar consistência, corte em cubinhos com uma faca.

Polvilhe com açúcar de confeiteiro e coloque as pétalas ao redor dos cubinhos de goma.

  Siga-me e receba Atualizações
  • Facebook Social Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now