Blog de Receitas

Post em Destaque

Receitas da Helena - Kebab de Arroz Selvagem na Berinjela.


O kebab é toda carne que vai ao forno, ou grelhada em espetos, às vezes com vegetais (abobrinhas, pimentões e berinjelas). Existem diferentes tipos de kebab, e variam de acordo com o país ou região. O kebab é uma refeição comum no Oriente Médio, na Turquia, na Grécia, na costa do Mediterrâneo e em lugares de forte imigração árabe e turca como as principais cidades da Alemanha, França, Áustria, Espanha, Egito e Luxemburgo. No Brasil, a receita mais conhecida é a Shawarma grega, feita em um espeto rotativo. Uma receita de kebab egípcio é feito com pedaços de cordeiro levemente grelhados com cebolas, manjerona, e suco de limão, recebe um copo com água e cozinha suavemente, com panela tampada. Após repousar um pequeno tempo no caldo do cozimento para pegar gosto, os pedaços são colocados em um espeto e levados ao fogo para dourar, depois todos se servem cortando fatias da carne, comendo com o pão embebido no molho. Desta maneira, cordeiros comidos na beira da fogueira e dividido com todos, se tornavam símbolos de amizade. Outro apetitoso prato com esta macia carne é feito também na fogueira, dourado em espetos. Uma porção de carne é batida em faca e depois temperada com alhos, cebolas, cominho, cheiro verde, louro, orégano, pimenta negra e vermelha. Pode ser usada uma liga de ovos para colar e enriquecer a mistura. Amalgamada e enrolada como uma almôndega comprida, enfiadas em espetos recebe o nome de Kafta. Levada para assar rapidamente na fogueira, exalava o sabor dos temperos. Deste modo as tribos nômades faziam cordeiros e cabritos, cuja carne forte ficava perfumada com alhos e especiarias. Uma receita especial feita com berinjelas, é a Kafta de Berinjela, Pão e Triguilho (Bulgur) que está na segunda foto. A receita feita com arroz selvagem, foi encontrada em um papiro antigo em Allepo, há quase cinco mil anos.

Ingredientes 200 g de arroz negro ou 200 g de arroz branco Obs. O arroz negro necessita de mais tempo para cozinhar, deve ficar al dente e não deve "fritar" (refogar mais demoradamente), pois estoura. ½ copo de azeite de cozinhar 1 cebola batidinha na faca (pode usar cebola roxa) 5 dentes de alhos esmagados Sal à gosto 2 berinjelas cortadas ao meio

Modo de Fazer o Arroz: Dourar no azeite de oliva primeiramente o alho, deverá ficar crocante em fogo lento. Colocar em seguida a cebola, mexendo em fogo médio até dourar. Colocar o arroz, o sal (uma colher de sobremesa) e fritar bem. Adicionar louro, orégano, zattar ou barhat, cobrir com pouca água e cozinhar em fogo médio, com panela tampada. Após secar, adicionar meio copo de água fria, para ficar soltinho. Depois de cozido, afofar com garfo. Se usar arroz selvagem negro, necessita do dobro de tempo de cozimento, e o prato resulta em uma bonita cor arroxeada.

Modo de fazer a berinjela:

Temperar a berinjela com sal, deixar descansar para amolecer e assim retirar um pouco da polpa com uma colher. Dourar em uma frigideira quente (adicionar azeite de oliva para dourar), colocando uma tampa para amaciar no vapor. Colocar no prato de servir e no azeite restante da frigideira, fritar um pimentão e a polpa cortados em cubinhos para enfeitar, polvilhados de sal e pimenta e temperos à gosto. Misturar ao arroz e preencher a berinjela dourada, regando com azeite (desta vez com o extra virgem). Se optar por assar no forno, temperar a beringela com sal e pimenta, preencher com o arroz já temperado e levar ao forno para dourar. O segredo do arroz está na cuidadosa fritura da cebola, pois os árabes costumam usá-la bastante em seus pratos, porém escondendo-a, fritando quase até se tornar um creme (este era o teste para as noras que eram apresentadas às sogras, no filme Tempero da Vida. Comprei um DVD, vou postar o link). Zattar: Mistura de especiarias, é uma combinação de manjericão, gergelim, tomilho, sal e pimentas leves. É bastante aromática, de sabor fresco e levemente picante. Baharat Árabe: tem origem na palavra “bahar” que significa pimenta. É utilizado na Jordânia, Síria e no Líbano para dar sabor a carnes, vegetais, arroz e alguns pratos de peixe. Não existe uma receita única para o Baharat, cada país tem sua própria variação. Algumas delas incluem pétalas de rosa e outras hortelã. Todas, porém, levam pimentas vermelhas e preta, cardamomo, casca de cássia, sementes de coentro, cominho, noz moscada, açafrão, gengibre e páprica.

Este Kebab é de Carne moída, triguilho (bulgur) e berinjela. Receita seguirá no próximo tópico do Blog. Abaixo, Arroz Selvagem Decorado.

  Siga-me e receba Atualizações
  • Facebook Social Icon
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now